Bem-vindo à Telediu // Produtos Médicos e de Saúde!

  • Inicio
  • Blog
  • Cistite recorrente ou de repetição

Cistite recorrente ou de repetição

images

09/12/2021

Aquela cistite que vai e volta e que incomoda chama-se de Cistite de repetição ou recorrente, que é quando uma paciente tem dois ou mais episódios de infecção da bexiga por ano. Os sintomas mais comuns são: dor para urinar, urgência urinária, dor no baixo ventre e sangue na urina. A cistite ainda pode evoluir para a pielonefrite, que é um quadro mais grave, com febre, dor lombar, fraqueza e enjoos.

Os germes causadores da cistite são, em geral, provenientes do trato intestinal, como a Escherichia coli, isso já ajuda a explicar porque as mulheres têm muito mais cistites do que os homens: a distância do ânus à entrada da vagina. A infecção urinária surge quando essas bactérias migram da região perianal e passam a colonizar a região ao redor da uretra, dali, passam facilmente para a bexiga.

Mas, por que essa repetição?

Algumas podem ser explicadas por predisposição genética ou baixa de resistência, mas existem doenças, situações e hábitos que aumentam o risco da Cistite de repetição ou recorrente, como diabetes, menopausa, AIDS, gravidez e anomalias anatômicas do trato urinário.

Algumas dicas para prevenção:

Hábitos e frequência sexual

A infecção urinária não é doença sexualmente transmitida, mas a relação sexual provoca atrito e facilita a contaminação vaginal por germes que se encontram no períneo. Nos casos de cistite de repetição é conveniente urinar após a relação e o uso de antibióticos profiláticos pode ser útil em alguns casos. O sexo anal pode ser considerado uma das maiores causas de cistite de repetição, porque espalha germes intestinais no períneo, se for seguido de sexo vaginal, estes germes são lançados diretamente nos genitais.

Roupas leves

Procure usar roupas leves de forma a não deixar a região genital muito úmida pelo suor, a pele úmida e fechada por muito tempo debaixo de roupas que não permitem a circulação do ar, favorece a proliferação de bactérias e fungos.

Hábitos de higiene

Limpar-se sempre da frente para trás, e ao invés do papel, usar, de preferência, lenços umedecidos neutros. O papel higiênico deixa resíduos que podem acumular bactérias.

Evite segurar a urina por muito tempo, isso favorece a bexiga cheia e a proliferação de germes.

Não deixe o absorvente íntimo externo por muito tempo. O absorvente interno ou o coletor menstrual são mais indicados.

Não use desodorantes ou talcos na região genital.

Beba água

É fundamental sempre tomar muita água.

Menopausa

O uso de cremes vaginais com hormônios na menopausa é particularmente eficaz no tratamento dos sintomas geniturinários, como a atrofia vaginal. Eles induzem a normalização do epitélio vaginal e ajuda a restauração da microflora normal e do Ph fisiológico da vagina. Como resultado, aumenta a resistência das células epiteliais vaginais à infecção e à presença dos germes causadores da cistite.

Sugestões para você

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades.